Capa » Ação 15 » “Sou pré-candidato a governador, não sou pré-candidato a mágico”, alerta Belivaldo
“Sou pré-candidato a governador, não sou pré-candidato a mágico”, alerta Belivaldo

“Sou pré-candidato a governador, não sou pré-candidato a mágico”, alerta Belivaldo

No mês de outubro do ano passado, o nome do vice-governador Belivaldo Chagas foi colocado pelo bloco de situação como pré-candidato ao governo do Estado. Mas Sergipe vive uma situação de crise, inclusive com o atraso no pagamento de servidores. E mesmo se colocando nessa condição para o pleito deste ano, Belivaldo não esconde o jogo.

“Nenhum governante fica satisfeito com atraso de pagamento de servidor. Não tenho perfil de mentiroso, de demagogo. Não vou prometer o que não posso fazer. Sou pré-candidato a governador, não sou pré-candidato a mágico. Estamos atentos e trabalhando para diminuir esse sofrimento do servidor”, afirmou Belivaldo em entrevista ao radialista George Magalhães.

O vice-governador deixou claro que o Estado está fazendo de tudo para diminuir esse abismo entre despesas e receitas, que tem levado ao atraso no pagamento de servidores, principalmente de aposentados e pensionistas.

Para o aumento das receitas, o governo tem tomado algumas medidas, no que diz respeito aos inadimplentes com o Estado. O Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco) encaminhou uma proposta para aumento da arrecadação, mas, segundo Belivaldo, um impasse impede o avanço.

“Tenho tido conversas com o Sindifisco. Eles apresentaram uma proposta de incentivo de arrecadação com pagamento de uma gratificação. Não estamos concordando é que nessa proposta eles querem ampliar essa gratificação aos aposentados. Vamos afunilar essa discussão e se encontrarmos uma resposta encaminharemos à Assembleia Legislativa”, explicou.

Por último, o vice-governador foi questionado sobre a possibilidade de exonerar o atual secretário de Educação Jorge Carvalho assim que assumir o governo, no lugar do governador Jackson Barreto.

“Isso não existe. Não conversei com absolutamente ninguém sobre mudança de secretário. Eu já assumi o governo para mudar secretário? É claro que a partir do momento que eu assuma, as mudanças irão acontecer. Enquanto o governador não me disser que vai deixar o governo, não posso tomar nenhuma decisão“, finalizou Belivaldo Chagas.

Foto: Marcelle Cristinne/Agência Segipe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*