Capa » Ação 15 » Sejuc oferece cursos do Pronatec para internos e egressos do sistema prisional

Sejuc oferece cursos do Pronatec para internos e egressos do sistema prisional

 

not2 Tiveram início nesta segunda-feira, 18 de novembro, dois cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) voltado para o sistema prisional. No Presídio Feminino (Prefem), em Nossa Senhora do Socorro, cerca de 30 internas estão matriculadas em turmas profissionalizantes de corte e costura e cabeleireira, cujas aulas acontecerão de segunda a sexta-feira na unidade.

Para a diretora do Prefem, Lília Melo, trata-se de uma oportunidade ímpar para as internas da unidade prisional. “Para quem tem o interesse de aprender, é excelente, porque tanto a área de costura quanto a de beleza hoje têm bastante demanda. E conquistar um certificado é essencial para que, quando saírem, elas possam trabalhar com dignidade”, considerou a diretora.

Segundo a coordenadora estadual do Pronatec sistema prisional, Edivânia Fagundes, para o ano de 2014, a expectativa é de ampliação das modalidades ofertadas e do aumento da participação de internos interessados nos cursos previstos. “Alguns dos cursos que ofertaremos serão de empreendedorismo, mestre de obras, computação, gesseiro, reajustamento, pedreiro, dentre outros”, revelou a coordenadora.

Criado pelo Governo Federal em 2011, o Pronatec visa ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. A Secretaria de Estado da Justiça e de Defesa ao Consumidor (Sejuc) aderiu ao programa, buscando oferecer alternativas profissionais não só aos internos, mas também aos egressos do sistema prisional sergipano. Para este público, também já começaram as aulas, na última semana, da primeira turma do curso de agentes de limpeza.

O curso está sendo ofertado em parceria com o Senac, e tem duração de 160 horas. “Cada egresso receberá dois reais por hora/aula, que equivalem às despesas com transporte e alimentação durante o período do curso”, revelou Edivânia Fagundes. Ainda segundo ela, para o público dos egressos, a Sejuc conta com a parceria do Conselho da Comunidade, que identifica as pessoas interessadas em participar e faz as pré-inscrições. Em seguida, a gestora estadual realiza as inscrições no portal dos Ministérios da Educação e da Justiça, efetivando, assim, as matrículas dos participantes.

A escolha dos cursos é, de acordo com ela, relacionada a alguns critérios, como aquecimento do mercado de trabalho, demanda de oferta de vagas e, sobretudo, nível de escolaridade e interesse dos seus participantes. “Nessa direção, o objetivo da Sejuc é maximizar a oferta de oportunidades para que, ao saírem do sistema prisional, essas pessoas estejam habilitadas em alguma área profissionalizante, que lhes possibilite o trabalho digno e a reinserção social, reduzindo, por consequência, os índices de reincidência no crime”, finalizou a coordenadora.

Fonte:Sejuc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


*