Capa » Ação 15 » Por meio da Pronese, governo investe R$ 3,4 milhões em Salgado

Por meio da Pronese, governo investe R$ 3,4 milhões em Salgado

O Governo do Estado de Sergipe, através da Empresa de Desenvolvimento Sustentável de Sergipe (Pronese), investiu no município de Salgado, localizado no território Sul Sergipano, o valor de R$ 3.404.189,00 em projetos comunitários realizados com recursos do Projeto de Combate à Pobreza Rural (Prosperar), resultado do acordo de empréstimo entre o Governo Estadual e o Banco Mundial e recursos do Programa Nacional de Crédito Fundiário, resultado de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Do total de recursos aplicados, R$ 1.095.238,64 foram originados do Projeto Prosperar, possibilitando a construção de nove sistemas de abastecimento de água, um trator com implementos, um centro de artesanato, dois projetos de recuperação de pomares e uma fábrica de doces e bolos recém inaugurada pelo governador Jackson Barreto. Todas as ações beneficiaram cerca de 777 famílias.

A prioridade das comunidades foi paro os projetos de infraestrutura, voltados para o abastecimento de água nos povoados, Lagoão Cabral, Tabua, Quebrada, Abobora, Matatas, Arauari e Saco Encantado, trazendo para a população uma nova realidade.

Um dos projetos produtivos que está mudando a vida das famílias do povoado Tombo, é a mini fábrica de alimentos que passa a produzir doces das frutas regionais, bolos e bolachas derivados da massa da macaxeira, a exemplo do beiju, pé-de-moleque e biscoitos. Esta atividade produtiva fortalece a agricultura familiar que passa a beneficiar diretamente 62 famílias.

“Nós do povoado, já tínhamos o hábito de fazer bolos, doces e biscoitos em nossas casas e vender na feira ou na porta de casa, mais agora, com a mini Fábrica teremos mais oportunidades de trabalhar, gerar emprego e renda, levando o desenvolvimento para a nossa comunidade. Estamos satisfeitas e agradecidas pelo incentivo da Pronese e do Governo de Sergipe, o nosso projeto é uma realidade e sabemos que a nossa qualidade de vida vai melhorar e estamos de portas abertas para que outras mulheres tenham a chance de trabalhar na mini fábrica”, disse a representante da Associação Comunitária de Moradores do Povoado Tombo, Elenice dos Santos.


Assentamento gera trabalho e renda

Já o Programa de Crédito Fundiário, no município de Salgado, recebeu investimentos no valor de R$ 2.308.950,36, beneficiando 95 famílias de agricultores familiares com 732,46 hectares nas propriedades São José das Quebradas, Tupancy, Campo Verde, Novo Paraíso, Pedacinho do Céu, Sitio Floresta, Paraíso, Santo Antônio, Sitio Dona. Josefa, São Bento e Riachão.

Entre tantos assentamentos, o de São José das Quebradas é um dos projetos que está colhendo bons resultados na produção de frutas cultivadas nas 80 tarefas, que está beneficiando 25 famílias de agricultores familiares.

José Domingos, líder comunitário, agricultor familiar, pai de dois filhos, um dos assentados, comenta sobre o Assentamento São José das Quebradas. “Sou proprietário de quatro hectares que são 12 tarefas de terra, onde cuido do meu lote como se fosse minha pequena empresa, onde trabalho com satisfação, plantando, adubando, colhendo os produtos e vendendo no Ceasa e para a fábrica de suco de laranja”.

Ele disse ainda que no lote de terra cria algumas cabeças de gado leiteiro e de galinhas para o consum. “E invisto na plantação de mandioca, macaxeira, cana e frutas como limão, laranja, maracujá, mamão e acerola. Vivo da agricultura familiar e plantar é o meu trabalho, produzo para alimentação da família, faço negócios, gero renda e me sinto realizado”.

Na colheita das frutas, 70% da produção vão para a comercialização e 30% para o consumo. “Viver da agricultura não é fácil, mas temos que ser determinados para trabalhar. Colho duas mil laranjas por semana e vendo no Ceasa e de seis em seis meses colhemos de três a quatro toneladas da produção de laranjas entre as duas safras por ano”, encerrou José Domingos.

Fotos: Ascom/Pronese

agencia.se.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


*