Capa » Jackson Barreto » Outubro Rosa: Número de mamografia cresceu 30%

Outubro Rosa: Número de mamografia cresceu 30%

No mês dedicado à prevenção ao câncer de mama, foram realizadas 645 mamografias, o que representa um aumento de 30%

outubro rosaDurante o Outubro Rosa, o número de mamografias no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism), da Secretaria de Estado da Saúde (SES), ultrapassou a média mensal. No mês dedicado à prevenção ao câncer de mama, foram realizadas 645 mamografias, o que representa um aumento de 30%.

De acordo com os dados estatísticos do Caism, por mês, são realizadas, em média, 450 mamografias. O exame é fundamental na detecção do câncer de mama e deve ser realizado regularmente por todas as mulheres com idade acima de 35 anos.

Na Secretaria de Estado da Saúde as ações foram intensificadas para a Saúde da Mulher com o Outubro Rosa, campanha mundial para prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. A programação deste ano contou durante dois dias com as atenções voltadas para dinâmicas de grupo, ações educativas, palestras e depoimentos de mulheres que venceram o câncer. Nesses dois dias, também, mulheres com idades entre 50 a 69 anos, puderam realizar a mamografia sem precisar passar pela regulação ou agendamento prévio.

A coordenadora do Caism, a biomédica Alyne AlmeidaPara a coordenadora do Caism, a biomédica Alyne Almeida, “a novidade da programação deste ano, em dedicar dois dias de porta aberta para a mamografia de um público considerado prioritário na realização desse exame, garantiu o aumento do número de mamografias, o que foi muito positiva. Sem dúvida, ficou a marca de uma experiência exitosa que deve voltar a acontecer no ano que vem”.

A coordenadora da Saúde da Mulher da SES, Kátia ValençaA coordenadora da Saúde da Mulher da SES, Kátia Valença, ressaltou a importância destas ações como forma de disseminar informações e estimular a realização de exames de rastreamento dos cânceres de mama e colo do útero.

“O Outubro Rosa é uma ação mundial de combate ao câncer de mama, mas, nossas ações são realizadas frequentemente objetivando promover informações educativas à população sobre a importância de prevenir e detectar precocemente esses dois tipos de cânceres que mais acometem as mulheres”, explicou.

Ainda de acordo com Kátia Valença, “os cânceres de mama e de colo de útero oferecem chance de cura e prognóstico satisfatório se diagnosticados e tratados precocemente. Incentivar as ações de prevenção, rastreamento e detecção precoce é nosso principal objetivo, para que consigamos reduzir a incidência de novos casos e garantir a qualidade de vida das mulheres acometidas por esta patologia”.

Outras ações

Além da programação de atividades promovida pelas equipes da SES no Caism, foram desenvolvidas ações em parceria com outras instituições estaduais como: a Secretaria Estadual de Políticas para Mulheres, Secretaria de Segurança Pública e Procuradoria Geral do Estado, e com o setor civil.

 

Fotos: Ascom/SES

Fonte: agencia.se.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


*