Warning: Declaration of tie_mega_menu_walker::start_el(&$output, $item, $depth, $args) should be compatible with Walker_Nav_Menu::start_el(&$output, $item, $depth = 0, $args = Array, $id = 0) in /home/pmdbse/www/wp-content/themes/formulando/functions/theme-functions.php on line 1942
BAIXO SÃO FRANCISCO. Jackson entrega 400 toneladas de sementes de arroz de alta produtividade a agricultores | PMDB-SE
Capa » Jackson Barreto » BAIXO SÃO FRANCISCO. Jackson entrega 400 toneladas de sementes de arroz de alta produtividade a agricultores

BAIXO SÃO FRANCISCO. Jackson entrega 400 toneladas de sementes de arroz de alta produtividade a agricultores

 jackson barreto pmdb sergipe aracaju 7No início da tarde desta quarta-feira, 26, o governador em exercício, Jackson Barreto, promoveu um ato simples mas de extrema importância para beneficiar uma vocação produtiva da região mais carente do estado de Sergipe. Foram entregues 400 toneladas de sementes selecionadas de arroz aos pequenos agricultores de diversosmunicípios do baixo São Francisco. O ato ocorreu na sede do 12 Tênis Clube, cidade de Propriá, reunindo os pequenos agricultores, parceleiros e representantes de diversas associações de produtores.
De acordo com o governador em exercício, a ideia do governo é manter o sucessoalcançado na produtividade de arroz em Sergipe, que se tornou referência nacional em produtividade. As 127 toneladas sementes certificadas (com garantia de germinação mínima de 80%) foram entregues a agricultores instalados nos perímetros irrigados Propriá e Cotinguiba Pindoba, beneficiando 434 famílias, fruto de investimento de R$ 196.402,96, oriundos do Fundo de Combate à Pobreza, numa ação articulada entre as secretarias de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social e Agricultura (Seides/Seagri).

Estratégia 

“A ação estratégica do Governo do Estado é fortalecer a produção de arroz dos pequenos produtores do baixo São Francisco distribuindo sementes de qualidade, para manter aquilo que é uma grande conquista de Sergipe que são seus índices de produtividade”, destacou o governador em exercício, Jackson Barreto. Para ele, a partir do sucesso na produção de arroz em 2011 e 2012, todos os esforços são empenhados para renovar o êxito em 2013. “Isto só se dá graças ao trabalho dos rizicultores e pequenos produtores que recebem do governo a doação de sementes de qualidade, permitindo o incremento dessa produção”, complementou.

Ainda de acordo com o governador em exercício, este desenvolvimento ainda demanda muito mais investimentos na estruturação e manutenção dos perímetros irrigados, o que pode ser viabilizado em parceria com a Codevasf, além do investimento no incremento da assistência técnica. “Além disso, outra conquista importante é a garantia do preço mínimo na aquisição da produção através da participação da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Isto garante que o fruto do trabalho não seja explorado por atravessadores. Essa evolução é fruto do trabalho dos produtores, que conta com atuação decisiva da administração capitaneada por Marcelo Déda, que é focada, sobretudo, no atendimento a quem mais necessita”, contextualizou Jackson Barreto.

A ação executada pelo Governo do Estado foi evidenciada pela presidente da Associação de Moradores do Povoado São Miguel, Maria José Assis Alves, como um elemento preponderante para alavancar a produção dos pequenos rizicultores. “Sementes boas como estas que o Governo distribui hoje tem um custo elevado. Para semear apenas um lote se gasta hoje cerca de 600 reais. Se calcularmos, o que gastaríamos para semear os 600 lotes existentes em nossa localidade, iria se chegar a um valor de R$ 240 mil. Isso seria totalmente inviável para nós. Essa produção só é possível graças ao Governo do Estado”, reconheceu a produtora.

Na safra de 2010/2011, mediante intervenção do Governo do Estado junto à Conab, recursos da ordem de R$ 10 milhões foram viabilizados para compra de arroz no baixo São Francisco com o objetivo de regular o preço através do Programa de Garantia de Preço Mínimo. Já nas safras seguintes 2011/2012 e 2012/2013, não foi necessária a intervenção da Conab, pois houve estabilização dos preços praticados na região. O preço médio do arroz foi R$ 0,40/kg na safra 2010/2011, a R$ 0,46 em 2011/2012 e R$ 0,58 por quilo em 2012/2013.

Parceria

Nos últimos três anos, com recursos oriundos do Fundo de Combate à pobreza, o Governo do Estado distribuiu cerca de 1.000 toneladas a parceleiros dos perímetros irrigados do Baixo São Francisco. Foram 300 toneladas para a safra 2011/2012, 300 toneladas para 2012/2013 e 387 toneladas para 2013/2014.

A distribuição de sementes selecionadas, em conjunto com o serviço de Assistência Técnica desenvolvida pela equipe da Codevasf e de seus Distritos de Irrigação, proporcionou ainda aumento na produtividade de arroz nos perímetros irrigados que passou de 6,5 toneladas/hectare para 9,7 toneldas/hectare, colocando Sergipe em nível nacional de recorde de produtividade por hectare. Para efeito comparativo, no Rio Grande do Sul e Paraná, estados com tradicional produção de grãos, a produtividade está entre 8 e 9 toneladas/hectare.

O governador fez a entrega simbólica das sementes ao parceleiro Francisco Passos, tradicional produtor reconhecido em toda a região. Já o agricultor José Arnaldo Santos falou em nome dos agricultores e ressaltou a importância da ampliação do apoio do Estado e da organização dos produtores. “Agradecemos por essas sementes que são a garantia de que produziremos um arroz de qualidade. Toda essa movimentação é muito importante, mas nós, que produzimos, precisamos de muito mais apoio para que possamos ampliar nossa produção e caminhar com nossas próprias pernas. Vamos buscar cada vez mais a nossa organização para buscarmos uma situação cada vez melhor”, ressaltou o produtor.

Estrutura

O secretário de Estado da Agricultura, José Macêdo Sobral, destacou a ampliação do apoio fornecido pelo Governo do Estado para dinamizar a rizicultura em Sergipe. “Este governo foi o responsável pelo ressurgimento dessa atividade que se encontrava em situação gravíssima. Para evoluir cada vez mais é necessária a organização dos produtores. Sozinhos, nem o governo, nem os produtores, nem os órgãos de apoio conseguem chegar aos resultados. Isso só é conseguido com a ação integrada”, pontuou o secretário, que também evidenciou a evolução dos mecanismos de controle para evitar que as sementes sejam desviadas do seu fim. “Quem vender sofrerá penalidades e quem comprar estará sujeito a penas ainda maiores”, alertou.

O secretário também destacou a conquista de horas de máquina para manutenção dos perímetros irrigados fruto da organização dos produtores. “Pela primeira vez, Propriá foi atendida com 300 horas de máquina, fruto da organização conquistada pelos agricultores. A organização é fundamental para ampliar essas conquistas. Se unam e levem suas reivindicações à nossa secretaria que nós estamos lá para atendê-los. Esse governo tem compromisso com os produtores e, como preconiza o governador Marcelo Déda e o governador em exercício, Jackson Barreto, nossa prioridade é atender a quem mais precisa”, concluiu José Sobral.

Ações do Governo em Propriá

 

  • Rota da Integração – recuperação das rodovias SE-170, SE-200 e SE-425 – R$ 56.253.261,69.
  • Reforma do Hospital Regional  – R$ 7.480.303,90
  • Casa Nova, Vida Nova – empreendimentos Sítio Oitis, Maria do Carmo II e assentamento Padre Cícero I e II – 291 casas – R$ 3.491.817,36
  • Recuperação e ampliação do sistema de esgotamento sanitário – R$ 3.639.962,92 – Concluído, funcionando em caráter experimental.
  • Reforma e ampliação do posto fiscal de fronteira – R$ 2.348.818,70.
  • Implantação de sistema de abastecimento de água dos Povoados Santa Cruz, Alemanha, Boa Esperança, Pau das Marrecas, São Miguel e Coité – R$ 1.879.868,89.
  • Aquisição de peças e serviços dos Conjuntos Moto-Bomba da Estação Elevatória do São Francisco – R$ 1.770.621,00.
  • Construção de quadra de esportes com arquibancada na escola Joana de Freitas Barbosa – R$ 1.013.052,70 – Sergipe Cidades
  • Clínicas de Saúde da Família – Bairros Remanso e Matadouro – R$ 1.060.824,00
  • Pavimentação asfáltica de vias urbanas –R$ 808.868,85
  • Reconstrução da cobertura dos Boxes de Confecções, Bolsas e Calçados e Obras Complementares da Feira – R$ 529.292,28
  • Aquisição de 04 ônibus para transporte escolar – R$ 525.740,00
  • Implantação de Centro de Especialidades Odontológicas – R$ 90.569,40
  • Implantação de Base Descentralizada do SAMU – R$ 63.138,13
  • Implantação de Farmácia Popular – R$ 44.550,62
  • Aquisição de 01 Kombi para TFD – R$ 42.667,00
  • Aquisição de 04 ambulâncias – R$ 182.206,90
  • Entrega de 03 tratores com implementos (Prosperar) – R$ 257.142,84
  • Luz para Todos – 233 domicílios beneficiados – R$ 468.245,68
  • SE Cidades – Construção de destacamento do Corpo de Bombeiros – R$ 374.619,01 – Obra física concluída – Bombeiros preparam a transferência para as novas instalações, adquirindo equipamentos.

EM ANDAMENTO

  • Reforma do Mercado Municipal – R$ 902.930,79.

Fonte: ASN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

*