Warning: Declaration of tie_mega_menu_walker::start_el(&$output, $item, $depth, $args) should be compatible with Walker_Nav_Menu::start_el(&$output, $item, $depth = 0, $args = Array, $id = 0) in /home/pmdbse/www/wp-content/themes/formulando/functions/theme-functions.php on line 1942
Jackson Barreto solicita recursos ao Ministério da Saúde | PMDB-SE
Capa » Ação 15 » Jackson Barreto solicita recursos ao Ministério da Saúde

Jackson Barreto solicita recursos ao Ministério da Saúde

Durante a reunião com o ministro Ricardo Barros, o governador solicitou mais investimentos para a implementação de diversas melhorias no sistema público de saúde estadual. Antes, à tarde, Jackson Barreto e Ricardo Barros visitaram os hospitais Cirurgia e Santa Izabel

Na noite desta quinta-feira, 05, o governador Jackson Barreto recebeu o ministro da Saúde, Ricardo Barros, no Palácio dos Despachos para pleitear recursos federais com o intuito de melhorar os serviços da saúde pública do estado de Sergipe.

A pauta da reunião teve como base quatro pedidos que, segundo o governador, são fundamentais para garantir o bem-estar da população. “Um deles está relacionado ao bunker utilizado no tratamento oncológico do Hospital de Urgência de Sergipe – Huse. Estamos precisando da base para implementar o acelerador linear. O ministro assumiu o compromisso e disse que tinha condições de resolver. Eu estava preocupado porque este equipamento é comprado no exterior e temos que inaugurar essa nova unidade de radioterapia até o mês de fevereiro”, relatou.

Outra solicitação diz respeito à renovação da frota do Samu 192 Sergipe. Em 2015, o Ministério da Saúde já havia feito um estudo que mostrava a necessidade de recomposição. À época, era necessário o envio de 21 ambulâncias, mas hoje essa demanda aumentou para 28 novas unidades, pedido que o ministro também afirmou que avaliará.

“Nós também solicitamos recursos para a unidade neonatal do Hospital Santa Isabel, o qual funciona através de muitos recursos do tesouro do estado. Nós precisamos atender esse hospital que presta um enorme serviço como maternidade e realiza mais de mil atendimentos por mês”, acrescentou Jackson.

Por último, também foi pedido a verba para atender as Clínicas de Saúde da Família do interior. “Nós temos 20 clínicas com salas de estabilização e precisamos destes recursos para dar continuidade ao funcionamento destas salas. São necessários R$ 700 mil por mês para que estas salas possam funcionar”, justificou o governador, ressaltando que todas as reinvindicações, apesar de amplas, são de extrema importância para a saúde sergipana.

Para o ministro da Saúde, Ricardo Barros, o encontro foi proveitoso. Ele garantiu que estudará caso a caso e que o Governo Federal fará de tudo para poder, junto ao Governo do Estado, investir na saúde sergipana. “Recebi várias demandas e garanto que analisaremos à fundo todas as solicitações. Não há nenhum pagamento retroativo a ser feito, mas àquilo que está solicitado nós daremos o máximo de atenção para que possamos cumprir a participação do governo federal, que é de 50% do custeio sobre as ampliações do sistema de saúde aqui em Sergipe”, garantiu.

Ainda de acordo com o ministro, outros investimentos já foram feitos recentemente e, inclusive, alguns projetos já estão sendo implementados com recursos federais. “Estamos aqui depois de ter publicado portarias que aportam à saúde do estado R$ 6,3 milhões por mês. Empenhamos R$ 60 milhões e pagamos R$ 98 milhões a Sergipe somente nesse final de ano. Esperamos que logo mais tudo isso esteja à disposição da população, para que ela possa ser melhor atendida, no sentido de otimizar as estruturas que já existem”, declarou.

Visitas

No período da tarde, o ministro Ricardo Barros, acompanhado pelo governador Jackson Barreto, teve como primeiro compromisso oficial conhecer os hospitais Cirurgia e Santa Isabel, referenciados no atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para Jackson, a visita do ministro serviu para expor ao Governo Federal as necessidades da saúde no estado. “É sempre importante e positivo a visita de um ministro. Só de ele se deslocar de Brasília para Sergipe já é importante para ver as nossas necessidades e nossas carências. Isso é o que considero mais importante. Toda visita de um ministro causa uma expectativa e nós o recebemos com muita alegria e esperamos que essa visita possa trazer notícias importantes de investimentos, de recursos para a saúde, que hoje é uma das áreas mais questionadas pela sociedade. Nós precisamos muito do  apoio do Ministério da Saúde porque nós estamos fazendo o nosso dever de casa, mas é preciso que haja cada vez mais compreensão do Governo Federal”, declarou.

“A vinda do ministro ao estado é essencial para reforçarmos a importância desse trabalho em conjunto. O Governo tem trabalhado muito. Descentralizamos a saúde com os hospitais regionais, fortalecemos o Huse e a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, mas precisamos também de uma base fortalecida”, evidenciou a secretária de Estado da Saúde, Conceição Mendonça.

De acordo com o diretor do Hospital Cirurgia, Gilberto Santos, a visita proporcionou ao hospital a oportunidade de prestação de contas dos investimentos feitos pelo Governo Federal. Ele informou que solicitará novo aporte para continuar as melhorias na unidade hospitalar.  “A visita do ministro é uma visita para conhecer as instalações do Cirurgia e para que ele perceba o que estamos fazendo na unidade e que os recursos direcionados para a compra de equipamentos estão sendo utilizados para a finalidade. Esperamos uma melhoria a mais por parte do Ministério. Vamos apresentar por escrito um pedido para a conclusão da UTI e iremos até Brasília apresentar formalmente esse pedido”, disse.

Já a diretora clínica do hospital Santa Isabel, Débora Cristina Leite, disse que espera que a visita tenha servido para sensibilizar o Governo Federal quanto às demandas da unidade. “Nessa visita, nós buscamos sensibilizar o ministro. Ele conheceu nosso trabalho, viu as necessidades, as obras que estão por concluir. Entregamos um ofício com solicitações e informações sobre os convênios em andamento e o ministro disse que iria analisar. Nossas solicitações são equipamentos, como a tomografia computadorizada, ressonância, uma demanda que vai aumentar nossa capacidade cirúrgica. Também estamos solicitando credenciamento como hospital de ensino, já que temos residência e internato, e as obras da maternidade”, apontou.

Referência

O Cirurgia e Santa Isabel, em Aracaju, atuam como Hospitais Gerais, com serviços terciários de referência para o Sistema Único de Saúde (SUS) em atendimentos ambulatoriais, de média e alta complexidade para o estado de Sergipe. O HC é referência em cirurgias cardiológicas, torácicas, oncológicas, ortopédicas, neurológicas, urológicas, odontológicas e gerais. Já o Santa Isabel se destaca na área de obstetrícia e realiza cerca de 1.200 partos por mês.

Ações do governo na saúde

Nos últimos anos, o Governo do Estado empreendeu um vasto número de ações na área da saúde. Apenas nas ações que dizem respeito à interiorização dos serviços de saúde foram mais de R$ 300 milhões investidos desde 2007.

Seis hospitais regionais foram inaugurados (Lagarto – em vias de federalização para a EBSERH, Propriá, Estância, Nossa Senhora do Socorro, Itabaiana e Nossa Senhora da Glória) e 04 UPA’s (Boquim, Simão Dias, Poço Redondo e Porto da Folha). Houve ainda a entrega de parte da obra de São Cristóvão e entrega do novo setor de urgência do Hospital Local de Tobias Barreto. Foram inauguradas também 88 clínicas de saúde da família distribuídas estrategicamente em 75 municípios do estado.

O Governo do Estado está construindo o Centro Especializado em Reabilitação – CER – IV, localizado no Centro Administrativo. O CER IV está orçado em R$ 16.836.991,00 sendo R$ 4.700.000,00 de contrapartida estadual, provenientes do Proinveste. Estão previstos ainda R$ 4.300.000,00 para aquisição de equipamentos, totalizado um investimento de R$ 21.136.991,00.

Presenças

Acompanharam a visita o secretário de Estado da Comunicação Social, Sales Neto, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira; a vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino, os deputados federais André Moura e Valadares Filho; o senador Eduardo Amorim; os deputados estaduais Maria Mendonça e Venâncio Fonseca; o secretário de Saúde de Aracaju, André Sotero e assessores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

*