Warning: Declaration of tie_mega_menu_walker::start_el(&$output, $item, $depth, $args) should be compatible with Walker_Nav_Menu::start_el(&$output, $item, $depth = 0, $args = Array, $id = 0) in /home/pmdbse/www/wp-content/themes/formulando/functions/theme-functions.php on line 1942
Governador lança Encontro Nordestino de Cultura | PMDB-SE
Capa » Ação 15 » Governador lança Encontro Nordestino de Cultura

Governador lança Encontro Nordestino de Cultura


FOTO3.ENCONTROEncontro acontecerá entre os dias 15 e 30 de junho, na praça de eventos da Orla de Atalaia, no espaço destinado para a montagem do Arraiá do Povo e no Espaço Cultural Gonzagão, no Bairro Augusto Franco

Foto: Marcos Rodrigues/ ASN

Os passos sincronizados do ritmo mais autêntico da cultura nordestina, o forró, dançado pelas mulheres do grupo Peneirou Xerém invadiram o salão da Casa de Forró Cariri, na Orla de Atalaia. O som veio do acordeon do artista sergipano, Mimi. É o anúncio que o período mais esperado pelos sergipanos está chegando, os festejos juninos. Seguindo o ritmo, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura, lançou nesta sexta-feira, 1º, o edital do Encontro Nordestino de Cultura, Arraiá do Povo e Gonzagão, na presença do governador Jackson Barreto, do secretário Elber Batalha, artistas sergipanos e pessoas ligadas à cultura e ao turismo.

O Encontro Nordestino de Cultura acontecerá entre os dias 15 e 30 de junho, na praça de eventos da Orla de Atalaia, no espaço destinado para a montagem do Arraiá do Povo e no Espaço Cultural Gonzagão, no Bairro Augusto Franco.

Segundo o secretário Elber Batalha, a adoção da modalidade de editais para o Encontro Nordestino de Cultura se deu porque é mais democrática, torna o acesso do artista mais transparente e a seleção mais clara. A avaliação do artista que vai se apresentar no evento é caracterizada pela proposta do show que ele vai apresentar durante o evento.

FOTO1.ENCONTRO“A proposta é democratizar o acesso dos artistas, com festival de violeiros e duplicamos o número de quadrilha juninas que vão se apresentar no arraial. Ano passado foram 15, esse ano serão 30. Vai ter grupos folclóricos que vão interagir com turistas e sergipanos para transformá-los em verdadeiros brincantes e conhecedores de um pouco da nossa cultura popular”, disse o secretário

Elber Batalha aproveitou a ocasião para anunciar sua desincompatibilização da pasta da Cultura.  O governador Jackson Barreto lamentou a saída do secretário, que pediu afastamento do cargo devido a projetos particulares.

“Elber vai deixar uma lacuna grande no governo. A maior prova é que estamos iniciando o mês de abril lançando o festival que acontece na orla. Sem dúvida alguma, apesar de todas as dificuldades que o Estado atravessa, Elber foi muito competente para chegar em Brasília e conseguir com o senador Valadares e mais quatro deputados federais emendas do orçamento da União, que são as emendas individuais, as quais o ministro Juca Ferreira já assumiu o compromisso de liberar para acontecer os festejos juninos. Quero agradecer a Elber por ter conseguido R$ 1,8 milhão para investir nesse evento”, disse o governador.

Ao todo, serão 122 atrações artísticas, que irão compor a programação. As atrações deverão ser divididas entre artistas musicais locais – iniciantes, intermediários e consolidados; artistas musicais convidados da Região Nordeste; artistas musicais nacionais; coletivos de áudio visual; intervenções urbanas e grupos de artes cênicas. Cabe ressaltar ainda que, das 122 atrações que se apresentarão no Encontro Nordestino de Cultura, apenas 13 não são do estado de Sergipe. Os cachês deverão variar de R$ 3 mil a R$ 50 mil reais.

O cantor, compositor e repentista sergipano, Fernando Crateús, vai participar pela primeira vez do edital e está bastante animado com a oportunidade.

“A gente já começa a arrumar a lenha para fazer a fogueira. Sergipe está de parabéns. É muito bom saber que vamos ter sempre essa oportunidade de mostrar a cultura nordestina, vamos dançar xote, xaxado e baião e mostrar o que Sergipe tem de melhor”, contou o artista

A presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, ABIH, Daniela Mesquita, comemorou a entrega antecipada da programação junina da capital pelo Governo do Estado.

“Pela primeira vez estamos tendo a programação antecipada dos festejos juninos, isso significa que nós podemos fomentar a venda aqui para o destino. O Governo do Estado e o secretário Elber Batalha estão de parabéns, esse era o anseio da hotelaria, há anos que nós esperamos receber uma programação antecipada para fazer a venda para os turistas”, falou a presidente da ABIH.

O diretor administrativo do Convention Bureau, João Ávila, parabenizou o evento que atrai para o estado milhares de turistas de vários cantos do Brasil e até do exterior.

“Não só o evento cultural, na verdade, além de estarmos resgatando a nossa tradição, nós temos a oportunidade de mostrar para o Brasil e para o mundo o que nós temos de mais puro e de melhor: a nossa nordestinidade, a nossa brasilidade e a nossa sergipanidade. Para o segmento que represento isso é negócio, o agente de viagem, o receptivo, todos ficarão satisfeitos porque deverão vir muitos turistas e toda a cadeia de negócios de turismo será beneficiada”, disse animado o diretor.

A segurança é outro ponto que chama atenção neste evento. No ano passado não foi registrado um único boletim de ocorrência no Arraiá do Povo. O comandante da Companhia de Turismo da Polícia Militar disse que a partir de maio o esquema de segurança já vai ser montado e deve ser tão bom ou melhor do que o de 2015.

“No último ano nós tivemos zero de intercorrência policial. Foi tudo tranquilo, um São João de paz, todos os foliões podem trazer seus pais, filhos, amigos e todos terão a certeza que será uma festa de muita segurança”, contou o comandante.

Toda essa estrutura é bem vinda para quem vai aproveitar a festa como folião e para os artistas que já se mostram ansiosos pelo resultado do edital.

“Esse evento é muito importante para nós, artistas sergipanos, pelo policulturalismo, conhecer novas cultas existes, é um intercâmbio entre as bandas e artistas que sempre acontece no encontro nordestino de cultura. Ano passado eu não participei, mas este ano tenho certeza que estarei dentro da programação”, disse o cantor sergipano Fontinelli.

Seleção de projetos/atrações

O processo de seleção de projetos que compõem a programação do Encontro Nordestino de Cultura tem início com a composição do edital de chamamento público, redigido de acordo o plano de trabalho estabelecido pelo convênio firmado entre a Secretaria de Estado da Cultura e o Ministério da Cultura, trabalhando a remuneração das atrações artísticas tomando como base os cachês pagos aos artistas no Arraiá do Povo em 2015, com alterações que levaram em conta as reivindicações da classe artística.

Investimento

O Governo do Estado de Sergipe tem a cautela de observar os valores trabalhados anteriormente, como demandaram o MinC e o Tribunal de Contas da União. O valor total de investimento no cachê das atrações em 2016, quando serão destinados R$ 920.000,00, para a contratação de 122 atrações artísticas, culturais, bandas e quadrilhas juninas, conforme previsto no edital, é substancialmente maior do que em 2015, um acréscimo de R$ 297.004,21.

Para a seleção dos projetos aprovados para o Encontro Nordestino de Cultura, será formada uma comissão multidisciplinar com representantes da área de produção cultural, da Secult, do Conselho Estadual de Cultura e da sociedade civil.

————————————————–
Secretaria de Estado da Comunicação Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

*