Capa » Ação 15 » Goretti Reis lança campanha Outubro Rosa na Alese

Goretti Reis lança campanha Outubro Rosa na Alese

outubro-rosa-goretti-reis-foto-jadilson-simoes-3Autora de lei que objetiva a redução do câncer de mama e de colo do útero chamou atenção para o número de casos

Câncer de Mama, esse foi o assunto que a presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Mulher, a autora da Lei 267/2011 que objetiva a redução do câncer de mama e de útero em Sergipe, a deputada estadual Goretti Reis (PMDB), abordou na manhã dessa quarta-feira, 5, ao lançar na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), a campanha Outubro Rosa. “É uma campanha que precisa atingir a todos porque se trata do combate e prevenção a uma doença que é a segunda maior causa morte entre as mulheres no Brasil, o câncer de Mama”, ressaltou.

Goretti apresentou dados com base nas estatísticas Instituto Nacional do Câncer (INCA). São 520 mil mortes por ano, no mundo, provocado pelo câncer de mama. E no Brasil, ano passado, morreram 13 mil e 500 mulheres. A estimativa de novos casos para 2016, são que 57.020 novos casos de câncer, desses, 25% são câncer de mama. “São dados assustadores que preocupam, por isso a importância da campanha Outubro Rosa e a mobilização mundial em torno de uma doença que se tratada, com o diagnóstico precoce, tem cura”, observou.

De acordo com a deputada, a Frente Parlamentar está agendando reunião com a secretária da Saúde de Sergipe, Conceição Mendonça sobre o atendimento a pacientes diagnosticadas com o câncer de mama e os tratamentos que são oferecidos em Sergipe. Segundo ela, é preciso entender quais as dificuldades que as pacientes tem enfrentado para dar continuidade ao tratamento.

“Precisamos saber o que está acontecendo, onde estão os pontos que precisam ser desfeitos, e o que a Secretaria de Estado da Saúde (SES), tem como proposta para atender essas mulheres. Independentemente, do lado que estejamos, quando o assunto é a vida não é preciso ter partido nem posição, é pensar no próximo e ajudar a ter acesso aos serviços, e transformar as dificuldades em alternativas e caminhos para amenizar o sofrimento com a continuidade do tratamento e a eficácia do tratamento”, afirmou.

Para a parlamentar, defensora dos direitos das mulheres, a Frente Parlamentar está na luta contra o câncer e já começou a desenvolver atividades com a distribuição de fitas rosas, símbolo da campanha e até o fim do mês desenvolve uma programação voltada para as mulheres. No dia 20 de outubro, uma palestra na Assembleia Legislativa de Sergipe vai tratar sobre o câncer de mama, causas, prevenção e tratamento. No dia 27 a realização do exame preventivo do colo de útero, para todas as mulheres, uma parceria com a o departamento médico da Alese. “Os profissionais farão o exame e o resultado sai imediatamente para que as mulheres saibam se precisam de dar continuidade ao tratamento”, explicou.

Símbolos

Fitas rosas foram distribuídas no plenário e galerias da Alese durante o discurso da deputada Goretti Reis sobre o câncer de mama. “A cor rosa e o laço simbolizam a adesão da sociedade para lembrar que toda mulher tem direito as consultas, exames e tratamentos, todos oferecidos pela rede pública de saúde o SUS. As fitinhas rosas devem ser usados também pelos homens para demonstrar sensibilidade”, observou.

A deputada pediu o comprometimento do governo em iluminar prédios e espaços públicos com a cor rosa, seguindo orientação do Senado e Câmara Federal que já estão com iluminação diferenciada lembrando o “Outubro Rosa” . “É mais um alerta para as mulheres, quer ainda não fizeram os exames preventivos de rotina, perceberem que esse é o mês dedicado a elas na prevenção do câncer, principalemnte o da mama”, disse.

Parcerias

A presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Mulher parabenizou a iniciativa da Associação das Policiais Femininas da Secretaria da Segurança Pública, parceria da Frente Parlamentar, em também desenvolver uma programação voltada para o alerta do Outubro Rosa. “No dia 8 elas promovem uma corrida de rua que sai do Parque Augusto Franco e no mesmo local desenvolvem programação durante todo o dia com palestras, atividades diversas e distribuição de brindes. É um momento de grande concentração para chamar atenção dessa doença que só cresce entre as mulheres”, concluiu.

Foto: Jadilson Simões

Cristina Rochadel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


*