O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado Luciano Bispo, (PMDB) recebeu em seu gabinete, o comandante da Polícia Militar do Estado de Sergipe, coronel Marcony Cabral. O encontro entre autoridades públicas ocorreu na manhã desta segunda-feira, dia 21.

Motivação da visita se deu por Aprovação, pela Casa Legislativa, de Projetos que tratam sobre a Progressão de Carreira e do Pagamento do Subsídio dos Policiais Militares.

“Era um anseio de longas datas que nós tínhamos, mas graças a Deus conseguimos a aprovação do projeto, com  a sanção do governador do Estado. Mas se não fosse a sensibilidade dos deputados e do presidente da Assembleia, Luciano Bispo, em abraçar a causa, não teríamos esses avanços”, salienta o comandante.

Concurso anunciado

Sobre o combate à criminalidade no Estado e o fortalecimento da corporação, comandante destaca que somente nesse governo foram mais de 1200 policiais contratados.

“Recentemente, foram convocados e incorporados, ainda desse último concurso, 350 dos aprovados que estavam remanescentes. Mas, o Governador Jackson Barreto já anunciou que fará novo concurso para Oficiais, e, de forma inédita, para tenente da Polícia Militar.

Duvidou

Luciano Bispo salientou que a Casa Legislativa cumpriu o seu papel em aprovar projeto que beneficia à corporação. E, na ocasião, presidente comentou sobre a Segurança Pública do Estado, afirmando não concordar com os dados anunciados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública –  onde o Estado de Sergipe lidera o topo de o mais violento do país.

“Não concordo com  a história de Sergipe vir a ser o mais violento do Brasil. Vemos na televisão ocorrências maiores das que ocorrem em Sergipe. Mas, são dados que precisam ser estudados, eu mesmo não acredito neles. Não estamos num mar de rosas, mas esses números precisam ser estudados”, opina  Luciano Bispo,  que enalteceu o trabalho conjunto que vem sendo feito entre o comandante e o secretário de Estado de Segurança Pública. “São dinâmicos, ambos têm realizado  um excelente trabalho”, avaliou ele.

Por Agência de Notícias Alese

Foto: Jadilson Simões