Capa » Ação 15 » Concurso da PM: candidatos devem adiantar exames admissionais

Concurso da PM: candidatos devem adiantar exames admissionais

A orientação do Governo de Sergipe visa dar celeridade ao processo de convocação para o curso de formação, que deve ocorrer no início do segundo semestre. Neste momento, o concurso passa pela fase do teste físico e da investigação social

Por meio das Secretarias de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) e da Segurança Pública (SSP), o Governo de Sergipe orienta que os candidatos aprovados no concurso público para soldado da Polícia Militar já adiantem a realização dos exames admissionais. Previstos no edital de abertura do certame, estes exames serão entregues na convocação para o curso de formação.

 De acordo com o secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, João Augusto Gama, o objetivo do governador Jackson Barreto é o de acelerar o processo de chegada destes homens e mulheres ao efetivo. “Se o candidato estiver passando pelas fases com êxito e estiver dentro do número de vagas é importante já providenciar a marcação e execução destes exames para adiantar o processo de convocação, de início do curso de formação e, como consequência, de sua efetivação no quadro da Polícia Militar de Sergipe”, ressaltou Gama.

A respeito dos detalhes do curso de formação, o comandante da Polícia Militar, coronel Maurício da Cunha Iunes aponta que o objetivo é que comece já no início do segundo semestre, após a homologação do concurso prevista para o dia 30 de junho. “Outra medida para agilizar a incorporação dos aprovados na PM foi a decisão do governador Jackson Barreto em concluir o curso de treinamento para os aprovados no menor prazo possível, sem prejudicar a qualidade da formação. Com funcionamento em horário integral, estimamos que o faremos em cinco meses. No último concurso, com o curso sendo realizado em apenas um horário, precisamos de 10 meses para concluí-lo”, esclareceu.

Exame médico admissional

Segundo o edital de abertura do concurso, serão convocados para o Exame Médico Admissional (Inspeção de Saúde) os candidatos aprovados em todas as etapas do concurso e classificados dentro do limite de vagas. Constatada a inaptidão de algum candidato, outros candidatos poderão ser convocados para realizá-la, observando estritamente a ordem classificatória do certame.

De caráter eliminatório, esta fase está prevista para ocorrer no início do segundo semestre e tem por objetivo avaliar o estado geral de saúde, física e mental, do candidato e determinar as condições indispensáveis para o provimento do cargo e desempenho das atividades policiais militares, e constará de exames e testes clínicos, bem como de exames laboratoriais. O Exame Médico Admissional será clínico e odontológico e realizado por uma Junta Médica de Saúde da PMSE, que funciona no Hospital da Polícia Militar, na Avenida Minas Gerais, s/n, Bairro 18 do Forte.

Na ocasião, os candidatos deverão apresentar exames laboratoriais complementares de saúde, emitidos em até 90 dias antes da perícia. “São eles: radiografia do Tórax em PA; Eletroencefalograma; Teste Ergométrico; Teste Audiométrico; Escarro: Pesquisa de BAAR; Exame de sangue: Hemograma Completo (inclusive Contagem de Plaquetas), Ureia, Creatinina, Glicemia, TGO, TGP, Gama GT, Colesterol total e frações, HBS Ag, anti-HCV (em caso de positividade,fazer PCR -reação da cadeia da polimerase do vírus da hepatite”C”), Sorologia para HIV; Machado Guerreiro (Doença de Chagas) e VDRL. Laudo oftalmológico completo (acuidade visual com e sem correção, pressão intraocular e fundo de olho, inclusive avaliação cromática), Parasitológico de Fezes; Sumário de Urina; e Exame Toxicológico (cabelo e pelos) em laboratórios credenciados para realização deste tipo de exame, sendo direcionados para detectar substâncias proibidas pela legislação penal vigente no Brasil”, conclui Andrea Macedo, superintendente de Recursos Humanos do Governo de Sergipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


*