Warning: Declaration of tie_mega_menu_walker::start_el(&$output, $item, $depth, $args) should be compatible with Walker_Nav_Menu::start_el(&$output, $item, $depth = 0, $args = Array, $id = 0) in /home/pmdbse/www/wp-content/themes/formulando/functions/theme-functions.php on line 1942
ARACAJU: Jackson autoriza investimento de R$ 1,7 milhão na Escola Estadual Ofenísia Freire | PMDB-SE
Capa » Jackson em todo o Sergipe » ARACAJU: Jackson autoriza investimento de R$ 1,7 milhão na Escola Estadual Ofenísia Freire
ARACAJU: Jackson autoriza investimento de R$ 1,7 milhão na Escola Estadual Ofenísia Freire

ARACAJU: Jackson autoriza investimento de R$ 1,7 milhão na Escola Estadual Ofenísia Freire

Solenidade contou ainda com o lançamento do Edital do concurso de redação que premiará as 3 melhores redações e os 3 melhores artigos científicos sobre Ofenísia Freire, dentre outros

Na noite desta quarta-feira, 8, dia em que o Governo do Estado prestou uma série de homenagens pela passagem do centenário da professora Ofenísia Freire, o governador Jackson Barreto autorizou a abertura de dois processos licitatórios: o da reforma e ampliação, e o da construção da quadra de esportes da instituição de ensino que leva o nome da militante política e intelectual nascida no município de Estância, em 06/12/1913. As melhorias anunciadas prevêem investimentos de R$1.125.504,89 e R$572.284,31, respectivamente.

A solenidade ocorrida no Palácio-Museu Olímpio Campos contou ainda com o lançamento do Edital do concurso de redação que premiará as três melhores redações e os três melhores artigos científicos sobre Ofenísia Freire, além da abertura da exposição que celebra o centenário de nascimento da educadora e da exibição de um documentário sobre sua trajetória de vida.

“Estas obras na escola estadual não deixam de ser uma homenagem do Governo do Estado à professora Ofenísia Freire, dando mais conforto, melhores condições de trabalho aos professores, melhores condições de aprendizado aos seus alunos, mas eu acho que a homenagem maior do Estado é comemorar esse centenário para lembrar a todos os sergipanos a obra, a vida, e a história desta importante educadora”, destacou Jackson.

Para o governador Jackson Barreto, a vida de Ofenísia Freire foi marcada pelo amor a Sergipe, “pelo ativismo político de uma mulher que teve a coragem de, em 1947, ter sido candidata a deputado estadual pelo PCB; por uma mulher que levantou a bandeira do petróleo é nosso, na luta pela criação da nossa Petrobras nas ruas do Brasil e de Sergipe. Uma mulher exemplar, que deixou uma história de vida digna das grandes mulheres do nosso mundo”, concluiu.

De acordo com o secretário de Estado da Educação, Belivaldo Chagas, com a autorização das licitações, logo deverão ser assinadas as ordens de serviço para o início das obras. “A expectativa é que isso aconteça em 90 dias para que, em aproximadamente um ano, tenhamos toda a obra concluída, fazendo com que os alunos se sintam também prestigiados e com sua autoestima elevada”, disse o secretário, lembrando que 86 escolas já foram entregues pelo Governo completamente reformadas e outras 40 estão com as obras em andamento.

Obras

Situada no conjunto Augusto Franco, a Escola Estadual Professora Ofenísia Soares Freire ganhará uma quadra de esportes e passará por uma ampla reestruturação, atendendo a reivindicações de alunos e professores. Em 2013, a unidade de ensino tinha 795 alunos matriculados, distribuídos entre Ensino Regular e EJA (educação de Jovens Adultos). As melhorias autorizadas pelo governador prevêem serviços como a adequação de salas para laboratório de informática, laboratório de química/biologia, sala de vídeo, biblioteca, refeitório e coordenação de educação física.

Haverá ainda a construção de banheiros para pessoas portadoras de deficiência, de duas salas de aula, pavimentação com fios de alta resistência em toda a área de circulação coberta, pavimentação externa, revisão geral da cobertura, revisão geral das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, revisão de esquadrias, instalação de equipamentos de combate a incêndio, instalação de recursos de acessibilidade (mapatátil, placas em Braille e construção de rampa), pintura geral do prédio.

Exposição e documentário

A exposição em homenagem a Ofenísia Freire, instalada no Palácio-Museu, é composta por três núcleos temáticos. O primeiro, ‘Caminho da vida’, revela desde as informações sobre o seu nascimento até o seu falecimento, por intermédio de uma linha do tempo. O segundo, ‘Ofenísia e a arte’, apresenta parte da sua coleção particular de obras de arte, predominantemente composta de artistas sergipanos. O terceiro destaca as homenagens concedidas à ‘Mestra de Todos Nós’, com medalhas, condecorações e placas que recebeu ao longo da vida.

No lançamento, a secretária de Estado da Cultura, Eloisa Galdino, disse que a homenageada representa todas as mulheres por sua história de luta que a levou inclusive a ocupar um espaço político num tempo difícil. “Estamos fazendo aquilo que o nosso saudoso governador Marcelo Déda sempre fez, que é a recuperação e a preservação da nossa memória”, afirmou a secretária, acrescentando que a exposição será fonte de pesquisa para os alunos da rede pública estadual: “Aqui eles visitarão, daqui essa exposição sairá itinerante por escolas públicas do nosso estado”.

Já o documentário exibido traz depoimentos sobre a homenageada e passagens importantes de sua vida. Produzido pela Fundação Aperipê, dirigido por Everlane Moraes, o vídeo integra a exposição e será apresentado em escolas da rede pública de ensino.

Presente na solenidade, o empresário Ivan Freire, filho da educadora, também enalteceu o legado de Ofenísia Freire. “Os maiores de todos os seus legados são a decência, a honestidade, e o amor à profissão porque minha mãe ensinava de verdade. Eu acho que esse amor é que hoje os alunos estão traduzindo para ela”, colocou.

Concurso literário

O Governo do Estado e o Banese premiarão os melhores artigos científicos e redações sobre a professora Ofenísia Freire. Poderão concorrer alunos (redações) e professores (artigos) da rede estadual de ensino. Os três primeiros colocados em cada uma das categorias ganharão prêmios de R$ 2.500, R$ 1.500 e R$ 1.000, respectivamente. O período de inscrições vai de 8 de janeiro a 24 de fevereiro de 2014, com a premiação prevista para acontecer no dia 17 de março, aniversário de Aracaju.

Ano educacional 

Em meio às homenagens no Palácio-Museu, o governador Jackson Barreto ainda sancionou o projeto de lei, de autoria da deputada estadual Ana Lúcia, que institui o ano educacional Ofenísia Freire: “Então 2014 a rede pública de ensino vai estar potencializando todos os debates, todas as ações da Secretaria de Educação mostrando a grande referência, a grande intelectual, a mulher, ativista política, socialista, intelectual que foi e sempre será a professora Ofenisia Freire”, ressaltou a deputada.

A Homenageada

Ofenísia Soares Freire mudou-se para Aracaju nos anos 1930 e a partir daí construiu uma biografia como professora, militante política e intelectual. Lecionou Língua Portuguesa e Literatura em colégios públicos e particulares, a exemplo do Atheneu e do Tobias Barreto. Casada com Filemon Franco Freire, funcionário público, Diretor do Tesouro do Estado no Governo de Seixas Dória, alternou as atividades do magistério com a militância política.

Filiada ao PCB, engajada no processo de redemocratização do País, candidatou-se em 1947 a deputada estadual. Com o PCB proscrito e seus militantes na clandestinidade, Ofenísia Freire voltou-se à cátedra. À época do movimento militar de 1964, Ofenísia integrava o Conselho Estadual de Educação, quando teve seu mandato extinto e foi afastada do magistério do Atheneu.

Já aposentada e viúva, passou a dedicar-se a atividades intelectuais, tomando parte em conferências e debates e integrando instituições culturais, como a Academia Sergipana de Letras, para a qual foi eleita em 1980, na vaga do poeta Abelardo Romero. Também em 1980 publicou seu livro ‘A Presença feminina em Os Lusíadas’ (reeditado pela Edise/Segrase em 2013). Foi membro do Conselho Estadual de Cultura, Secretária Municipal de Cultura, na gestão José Carlos Teixeira (1985), e Vice Presidente da Academia Sergipana de Letras. Faleceu em 24 de julho de 2007.

Presenças 

Em meio aos presentes na solenidade estavam ainda a deputada estadual Conceição Vieira; o prefeito de Estância, Carlos Magno; o vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Clóvis Barbosa de Melo; os secretários de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, da Comunicação, Carlos Cauê, e de Direitos Humanos e da Cidadania, Eduardo Oliva; o presidente da Academia Sergipana de Letras, José Anderson Nascimento; e a secretária de Governo da Prefeitura de Aracaju, Marlene Calumby.

http://www.agencia.se.gov.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

*